February 23, 2021

Capital de Giro: entenda agora o que é e como calculá-lo na empresa

Capital de Giro: entenda agora o que é e como calculá-lo na empresa

Você sabe o que é e qual a real importância do capital de giro para seus negócios? De forma simples, é denominado de capital de giro o dinheiro que a empresa precisa para garantir que tudo funcione.

Ele envolve os valores depositados em contas bancárias, obrigações pendentes, contas a receber e caixa, por exemplo. O seu cálculo é fundamental para que a empresa saiba se tem condições de pagar suas despesas financeiras, como os fornecedores, salários e aluguel.

Nos próximos tópicos, você entenderá um pouco mais sobre o capital de giro, seu cálculo e importância prática. Acompanhe!

Relação entre o capital de giro e o fluxo de caixa

Aqui, vale fazer uma observação: o capital de giro tem relação com o fluxo de caixa, mas não são a mesma coisa. O fluxo de caixa diz respeito ao movimento de entrada e saída de dinheiro do negócio. Ele aponta se o resultado financeiro foi negativo ou positivo. Sendo assim, diversos elementos do fluxo de caixa são usados para estruturar e calcular o capital de giro.

Cálculo do capital de giro

Existe uma fórmula que torna o cálculo do capital de giro um processo mais prático, sendo possível adotá-la em qualquer modelo de negócio:

CGL = AC – PC

CGL — abrange todas as entradas e saídas, o que significa que envolve todos os recursos, e não apenas aqueles que são diretamente ligados às operações, como contas a receber ou a pagar. Em outras palavras, diz respeito ao valor que a empresa necessita para estar em dia com suas obrigações financeiras em curto prazo.

AC — é o ativo circulante (contas a receber, bancos, caixas e diversos outros tipos de recursos).

PC — aqui temos o passivo circulante (impostos, salários, fornecedores, contas a pagar, aluguel etc.).

A fórmula apontada é usada como padrão para o cálculo do capital de giro. Entretanto, nada impede que alternativas mais específicas sejam usadas. Por exemplo: estoque + contas a receber – contas a pagar é uma fórmula que pode ser usada para representar as principais contas que fazem parte do capital de giro nas operações de rotina da empresa.

Fórmulas adicionais

Nesse cenário, é essencial conhecer algumas outras fórmulas relacionadas ao capital de giro que também são fundamentais para a empresa. Veja!

Capital de giro próprio

CGP = PL – (AP + RLP)

Patrimônio Líquido = PL.

Ativo Permanente = AP.

Ativo Realizável a Longo Prazo = RLP.

Essa fórmula é usada para calcular a capacidade que o negócio tem de manejar as operações com seus próprios recursos.

Necessidade do capital de giro

NCG = CP – (CR + VE)

Contas a pagar = CP.

Contas a receber = CR.

Valor em estoque = VE.

Já essa fórmula é usada quando a empresa quer analisar a real necessidade de capital de giro para um período específico.

Entendendo os resultados para obter insights

Para interpretar o resultado do capital de giro é preciso ficar atento a alguns indicadores e o que eles estão apontando. Como exemplo, o Capital de Giro Líquido e a Necessidade de Capital de Giro.

Ao fazer uma análise atenta dos indicadores usados, além de saber se a empresa está com saldo positivo ou negativo, será possível tomar decisões mais focadas para o bem dos negócios.

Nesse sentido, algumas dicas sobre como usar o resultado obtido são para:

  • definir a necessidade de corte de gastos;
  • entender as perspectivas de crescimento do negócio;
  • escolher a melhor estratégia para otimizar o capital de giro;
  • criar meios para evitar a falta de capacidade de pagar as obrigações;
  • avaliar a necessidade de empréstimos.

O capital de giro é, sem dúvidas, uma das principais bases de sustentação de uma empresa. Quanto mais você entender o que está por trás dele, como funciona e analisar criticamente os resultados, mais chances de manter o negócio no lado positivo da balança terá. Lembre-se que sua empresa precisa se destacar do restante do mercado e, sem saber como anda esse ponto, não será possível tomar decisões corretas.

Se você gostou deste artigo, aproveite para curtir nossa página no Facebook e acompanhar todas as novidades!

Nossos últimos artigos.

Sua fonte de notícias, novidades e informações sobre o mundo do crédito empresarial.