fbpx

Como usar a calculadora de juros do banco central para financiar prestações fixas?

Também chamada de calculadora do cidadão, a calculadora de juros do banco central é uma ferramenta gratuita que auxilia no cálculo de índices do mercado financeiro, saber o rendimento da poupança e descobrir o valor de empréstimos.

Neste texto, será ensinado o que pode ser calculado nessa ferramenta, além de conferir um passo a passo de como usar a calculadora de juros do banco central para as suas atividades financeiras. Boa leitura!

O que pode ser calculado na calculadora de juros do banco central?

Essa calculadora é considerada um completo simulador de investimentos. Por isso, é possível realizar uma série de cálculos, que acabam sendo resolvidos de maneira automática. Confira, a seguir, alguns dos resultados que podem ser obtidos.

Índice de preços

Principalmente utilizada para a correção de valores, conseguindo medir a inflação, reajustes salariais, variação dos preços de bens e serviços finais e correção de valores contratuais.

Taxa referencial

Taxa presente em alguns financiamentos, como empréstimos, investimentos e poupança. A calculadora considera os dois modelos de cálculo (50% da SELIC e 0,5% ao mês).

Poupança

Considera o rendimento da poupança conforme o mês de aniversário do beneficiário. Antes de fazer os devidos cálculos sobre a poupança, é preciso ter em mente que a sua remuneração acontece sempre a cada 30 dias, e a retirada desse dinheiro antes do período indicado não terá acréscimos.

Selic

É tida como a taxa básica de juros na economia, determinada pelo Copom (Comitê de Política Monetária). Ele está presente em vários investimentos, como o próprio tesouro Selic.

oportunidade financiamentoPowered by Rock Convert

CDI

A ferramenta auxilia na correção de valores em investimentos que tenham o CDI como referência, como os CDBs pós-fixados, tendo geralmente valores maiores do que a poupança.

Como usar a calculadora de juros do banco central

A calculadora de juros não é difícil de ser utilizada, necessitando apenas que o usuário dê as informações corretas, bem como as insira nos campos indicados. Confira, a seguir, um exemplo de como calcular um financiamento com prestações fixas.

Insira no primeiro campo o número de meses em que as prestações serão pagas e, depois, a porcentagem da taxa de juros mensais. Nos dois últimos campos, o valor de cada prestação e do valor total financiado sem o valor da entrada, respectivamente.

Suponhamos que você esteja devendo R$ 3.000,00, e então foram acordado pagamentos mensais de R$ 270,00. Para saber em quanto tempo a dívida será paga, é preciso adicionar todas essas informações na calculadora, deixando apenas o espaço da quantidade de parcelas em branco, e então clicar em “calcular”.

Caso fique com dúvidas, na própria página da calculadora são mostrados alguns exemplos desse tipo de cálculo, permitindo que você consiga preencher os dados de acordo com a sua situação.

Assim, entendendo o que é, quais operações podem ser feitas e como usar a calculadora de juros do banco central, você terá uma ótima ferramenta gratuita à sua disposição para conferir os seus investimentos e escolher as opções que mais lhe darão lucro.

E agora, que tal saber o ranking de melhores opções de crédito para pessoas jurídicas?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.