March 7, 2019

7 formas para analisar a saúde financeira da sua empresa

Guia definitivo para a saúde financeira da sua empresa

Vamos falar um pouco sobre análise de indicadores financeiros, já fez alguma vez?

Os indicadores de saúde financeira mais importantes são 7, entre eles:  o ticket médio, ponto de equilíbrio, margem de contribuição, lucratividade, margem operacional, faturamento e nível de endividamento.

Veja abaixo como sua empresa deve monitorar e saiba como calculá-los!

1. Ticket médio

Representa o valor médio de cada venda. Também pode ser calculado como o valor médio gasto por cliente.

Pode ajudar a empresa a saber quantas vendas ela precisa realizar para atingir as suas metas de faturamento.

Como calcular ticket médio?

Divida o volume total de faturamento pelo volume de vendas fechadas.

A fórmula fica assim: ticket médio = faturamento / vendas.

Caso queira calcular o ticket médio por cliente, a lógica é a mesma: faturamento / número de clientes.

2. Ponto de equilíbrio ou Break even

Também conhecido como break even ou ponto crítico de vendas. É o valor mínimo necessário de vendas para ficar no zero a zero, ou seja, cobrindo todos os custos e despesas da empresa para evitar prejuízo.

Quando o ponto de equilíbrio é cruzado com o ticket médio, é possível saber exatamente qual o número de transações que precisa acontecer para que o negócio não sofra prejuízo.

Como calcular ponto de equilíbrio ou Break even?

É necessário saber exatamente as despesas fixas, financeiras e a margem de contribuição.

A fórmula fica assim: ponto de equilíbrio = custos e despesas fixas / índice da margem de contribuição.

Faça uma simulação agora!

3. Faturamento

Indica quanto está efetivamente sendo vendido. A partir do faturamento, o gestor pode comparar as metas estabelecidas com os resultados que foram de fato obtidos.

Além disso, a relação entre o faturamento e a margem de lucro permite avaliar o risco do negócio.

Como calcular o faturamento?

Some todas as receitas de vendas :)

4. Margem de contribuição

Quanto do valor de vendas restará depois de subtrair os custos e as despesas variáveis. Esse montante contribuirá para cobrir despesas e custos fixos, ainda gerando lucro. Ao conhecer a margem de contribuição, a empresa pode se planejar melhor para investir e expandir suas operações.

Como calcular a margem de contribuição?

Margem de contribuição = faturamento – (custos variáveis + despesas variáveis).

5. Lucratividade

Compara o lucro líquido ao faturamento total, apresentando o ganho que a empresa consegue gerar em cima do trabalho desenvolvido. A lucratividade é que determina se o negócio realmente justifica seu funcionamento, se tem gerando vendas suficientes para ter lucro.

Como calcular a lucratividade?

Lucratividade = (lucro líquido / faturamento) x 100.O lucro líquido corresponde ao valor faturado, menos os custos fixos, os custos variáveis e os impostos.

6. Margem operacional

É um bom indicador de eficiência. Na comparação entre 2 empresas que exercem a mesma atividade, aquela com maior margem operacional é a que apresenta melhores resultados para cada real vendido, o que significa custos operacionais reduzidos.

Como calcular a margem operacional ?

Margem operacional = (lucro operacional / vendas líquidas) x 100.

Nesse caso, as vendas líquidas é a receita da venda de serviços e produtos, descontados os abatimentos, as devoluções e os impostos. E o lucro operacional corresponde ao resultado do investimento feito nos ativos empresariais, incluindo o investimento em outras empresas, aplicações financeiras e receitas denominadas não operacionais.

7. Nível de endividamento

É um indicador de riscos que avalia o grau de comprometimento dos ativos com o passivo da empresa. No Brasil, o crédito é bastante caro. Sendo assim, é importante acompanhar esse índice para evitar gerar uma bola de neve, com a empresa pagando juros atrás de juros, sem sair do lugar.

Como calcular o nível de endividamento?

Nível de endividamento = (passivo / ativo) x 100.

O passivo de curto prazo são as dívidas que deverão ser quitadas em prazo inferior a um ano. Já o passivo de longo prazo engloba as dívidas que serão liquidadas após esse período.

A Capital Empreendedor é um Marketplace que acessa e compara a melhor taxa de juros nas linhas de crédito em BNDEs, Bancos, FIDCs, Fintechs.

A documentação é única em um só lugar. Contamos com profissionais qualificados para dar o melhor atendimento e tirar suas dúvidas.

Simule grátis!

Blog
Cadastrar grátis

Nossos últimos artigos.

Sua fonte de notícias, novidades e informações sobre o mundo do crédito empresarial.