September 29, 2020

Como calcular a necessidade de capital de giro em uma pequena empresa? Confira

Ficar de olho no capital de giro é fundamental para manter o equilíbrio financeiro de qualquer empresa, independentemente de tamanho, pois envolve todo o financeiro acessível.Pode ser comparado a uma economia reserva. Ou seja, o valor é utilizado para as prioridades financeiras até que a empresa receba a quitação de parcelas dos clientes. Como para pagar salários, contas de fornecedores, impostos, entre outras despesas organizacionais.Para você entender melhor a necessidade de capital de giro, continue a leitura para aprender a calcular os valores.

Conheça dois métodos para calcular a necessidade de capital de giro

A primeira fórmula tem seu resultado em formato de dias e pode ser utilizada subtraindo o valor do prazo médio de pagamento (PMP) do prazo médio de recebimento (PMR).

Prazo médio de pagamento e Prazo médio de recebimento

O prazo médio de pagamento (PMP) abrange o período, em dias, do momento da compra de mercadoria, produtos ou matéria-prima, seja para comercialização ou serviço, até o pagamento dos fornecedores. A fórmula é: (data do pagamento aos fornecedores ÷ valor das compras) x 360. É importante frisar que, para chegar ao montante das compras, você tem que utilizar o Custo das Mercadorias Vendidas — CMV. Então:

Compras = CMV – estoque inicial + estoque final.

O prazo médio de recebimento (PMR) é o tempo entre a venda e o recebimento efetivo do montante. Manter opções de parcelamento e variadas formas de pagamento é um ótimo atrativo e, com o nível de competitividade atualmente, se torna quase obrigatório. Mas quanto menor o prazo médio de recebimento, melhor o resultado do fluxo de caixa da empresa.

Para calcular, tenha em mãos as datas de emissão e pagamento do título, o total de prazo para pagamento e o valor da nota. Depois, defina o valor do prazo do cliente para pagamento: data do recebimento – data de emissão.Só então podemos aplicar a fórmula:

PMR = soma (prazo de recebimento x valor da nota) ÷ soma (valores das notas).

Com a segunda fórmula a seguir, descobriremos o montante que o capital de giro precisa, observando o Ativo e Passivo Circulante. Para isso, veja o Balanço Patrimonial da sua empresa.

Ativo Circulante e Passivo Circulante

O Ativo Circulante (AC) representa os valores a que a empresa tem direito, como: estoque de mercadorias ou matéria-prima, quantias em caixa ou bancos, duplicatas a receber, aplicações financeiras, entre outros, de acordo com área em que a empresa atua.Enquanto isso, o Passivo Circulante (PC) está diretamente ligado às operações da empresa e suas obrigações, como pagamento de funcionários, de impostos, empréstimos obtidos, entre outros.Para calcular a necessidade de capital de giro, devemos subtrair o Ativo Circulante do Passivo Circulante. Desse modo, considerando que uma empresa de prestação de serviços tenha no AC o montante de R$150.000 e no PC R$90.000, terá disponível R$60.000 em capital de giro.Porém, se o valor do Passivo Circulante fosse R$160.000, por exemplo, a empresa teria uma falta de R$10.000. No caso de resultado negativo, é preciso reorganizar as finanças e talvez até solicitar ajuda financeira externamente.Ambos os cálculos são importantes, pois auxiliam a manter a saúde financeira da empresa. Mostram dados sobre quanto tempo permanece devendo os fornecedores antes de receber dos clientes e o montante que precisará para conquistar um capital de giro positivo.Com essa análise, você pode identificar oportunidades no timing correto, sem prejudicar o equilíbrio financeiro do seu negócio. Caso o resultado seja negativo, significa que sua empresa precisa de fontes externas para sanar o capital de giro. Porém, se positivo, o fluxo financeiro deve estar de acordo com o planejado. Neste ponto, verifique as chances de crescimento da empresa.Seja para suprir a necessidade de capital de giro, aumento de demanda, reparar o capital de giro ou investir na capacitação de funcionários, por exemplo, esteja aberto a considerar uma linha de crédito para impulsionar o avanço da sua empresa.Gostou das nossas dicas? Aproveite para saber, agora, como conseguir um empréstimo para pequenas empresas!

Nossos últimos artigos.

Sua fonte de notícias, novidades e informações sobre o mundo do crédito empresarial.